Bebidas alcoólicas atrapalham na dieta?

A minha resposta é direta e imediata: Sim!

Por duas razões muito simples:

- A primeira razão é que a maioria delas é feita a base de carboidratos (cevada, arroz, batata, etc.), assim além do álcool elas também são ricas em carboidratos e por isso contém altíssimo índice glicêmico.

- A segunda razão é ainda mais clara. Mesmo sem a presença dos carboidratos, o álcool estimula a liberação da insulina.

E como já sabemos, quando a insulina sobe na corrente sanguínea, o corpo para de queimar gordura e começa a armazenar.

E não é esse o objetivo da dieta, certo?

Eu sempre falo pros meus pacientes que são relutantes em largar a bebida o seguinte:

- Experimente largar por 1 ou 2 meses. Defina um tempo para esta "lei seca". Finja que está apenas tirando umas férias dela. Quando chegar na data definida, você poderá ver qual foi o resultado destas "férias". E ai você vai resolver se volta pra vida que você tinha antes, ou se continua com o resultado que está tendo no momento.

Esta é a dica que deixo hoje pra vocês"

Um abraço a todos e boa dieta!
Tury

Receitas Low Carb

Todo mundo que começa uma dieta nova e gosta de cozinhar sabe a importância de ter várias opções de receitas para preparação, e assim tornar a dieta mais "aceitável" para o paladar.

Como vocês já sabem, não sou nenhum Mestre na cozinha, e divulgo aqui as receitas enviadas por meus clientes. 

Mas para poder deixar mais opções para vocês, vou listar aqui alguns blogs que tem receitas ótimas, e todas low carb.

Claro que você tem que saber o que você pode comer, dependendo da fase que você estiver, e adaptar a receita de acordo com a sua necessidade.

Seguem os blogs:













-

Se você conhece mais algum bom blog de receitas Low Carb que não está na lista, me envie o endereço que adicionarei.

Se você quiser enviar uma dieta para eu publicar aqui no blog, envie para drturysouza@gmail.com uma foto do prato pronto com os ingredientes e o modo de fazer.

Bom apetite! ;)


Até daqui a pouco!
Tury

Contar calorias x Contar carboidratos - Esqueça tudo isso!

Isso mesmo, na verdade você não precisa fazer nenhum dos dois. E isso é bem legal, não é? A não ser que você realmente goste muito mesmo de fazer contas... (diferente de mim e do Calvin...)

Contar calorias para dietas de emagrecimento é o método mais antigo e mais ineficiente de perder peso. Além de fazer as pessoas passarem um bocado de fome. Por isso, adivinha? Você não precisa mais fazer isso!

Atkins, foi quem trouxe de uma forma revolucionário (na época) a idéia de contar carboidratos para as dietas. Afinal se apenas os carboidratos alteram a resposta insulínica que estimula o corpo a armazenar gordura, basta controlar seu consumo e tudo dará certo no final!

Bom o seu pensamento estava muito certo, e até hoje está. Mas hoje nós já sabemos mais a respeito dos alimentos e sobre o efeito que eles tem na resposta insulínica. É o famoso índice glicêmico.

Alimentos de baixo índice glicêmico não alteram a resposta insulínica, assim não estimulam o corpo a armazenar gordura, logo não atrapalham seu sonho de ficar fitness... E tem mais, eles ainda permitem que o corpo queime gordura como forma de energia! Parece perfeito não é mesmo? E realmente é!

Já os alimentos de alto índice glicêmico, estimulam o corpo a liberar altas quantidade de insulina no sangue, levando o organismo a parar de queimar gordura e começar a armazena-la... Resumindo? Esqueça o sonho de entrar naquele vestido.

Assim é importante ter em mente que os alimentos são muito mais do que calorias ou carboidratos... Os alimentos são um "entrelaçado" de vários nutrientes que podem lhe fazer bem ou não, dependendo dos seus objetivos. Conhecer a função do alimento é muito mais importante do que saber a química molecular dele. Daí nasceu a Nutrição Funcional. E por isso eu trabalho com a Low Carb Funcional...

Ai você me pergunta: Mas quais são os alimentos de alto índice glicêmico e os de baixo índice glicêmico... Bom é uma ótima pergunta, mas deixarei para uma próxima postagem!


Até daqui a pouco,
Tury


12 Kg em 2 meses - Caso de Sucesso

Esta é a Emily, ela está sorrindo e feliz, pois está 12 kg mais magra, desde que começou a Dieta Low Carb, a 2 meses.

Ela tem 14 anos e pratica aula de Tênis na escola. 

Se ela pode, você também pode!

Confira o Antes e o Depois dela abaixo:










--


Envie o seu caso de sucesso também para nós compartilharmos. Mande uma foto com as informações para drturysouza@gmail.com


Até daqui a pouco,
Tury

Lanche Low Carb pra levar na bolsa - Receitas da Dieta Low Carb

Lanchinho Low Carb ‪#‎nuts‬ - compartilhado pela minha cliente Luana Scherrer

 - Obrigatório ter sempre por perto!

Canelone Low Carb - Receitas da Dieta Low Carb

Receita deliciosa compartilhada pela minha cliente Luana Scherrer



#INGREDIENTES:


  • 300gr. De peito de frango; 
  • ½ xícara de vinagre; 
  • 2 colheres (chá) de curry; 
  • 1 colher rasa (chá) de alecrim; 
  • 1 limão; 
  • 2 dentes de alho; 
  • Pimenta calabresa a gosto; 
  • Sal a gosto (sem exageros pois os queijos, e o presunto já tem sal) 
  • Alho poró a gosto; 
  • 1 cebola; 
  • 1 colher (sopa cheia) Banha de porco, manteiga ou óleo de coco, para fritar o frango; 
  • Pedaço pequeno de queijo gorgonzola (opcional) 
  • 03 colheres (sopa) de requeijão cremoso (sem amido); 
  • 1 caixa de creme de leite; 
  • 200gr de queijo musarela ralado; 
  • 200gr de requeijão ralado (opcional, caso não vá colocar o requeijão, coloque 400gr de queijo musarela) 
  • Faixa de 16 fatias de presunto; 
  • Orégano a gosto; 


#COMOFAZER:

1- Em uma panela de pressão coloque o peito de frango, vinagre e água até cobri-lo, leve ao fogo de 20 à 40min. (dependerá da potência do seu fogão) até ficar bem cozido. Espere esfriar e desfie. Dica: você pode desfiar o frango na batedeira. 

2- Depois do frango desfiado hora de temperar, coloque o curry, alecrim, limão, alho, pimenta calabresa e o sal. Reserve. 

3- Em uma panela coloque a banha de porco, manteiga ou o óleo de coco, a cebola e o alho poró, deixe dar uma leve dourada, despeje o frango reservado, mexa de tempo em tempo até dourar, desligue o fogo. Reserve.

4- Hora de fazer o creme, em um recipiente fundo e redondo coloque o requeijão cremoso, o gorgonzola, e o creme de leite, bata com Mixer ou no liquidificador. Reserve. 

5- Montagem: pegue uma fatia do presunto, coloque um pouco do frango reservado e enrole tipo canudo, repita o mesmo processo com todos, e vá colocando dentro de uma forma ou marinex que possa ser levado ao forno. 

6- Depois de todos canelones enrolados, pegue o creme reservado e jogue por cima, coloque o queijo e o requeijão ralado e salpique com orégano. 

7- Leve ao forno pré-aquecido, até dourar. Bom Apetite.

--

Quer compartilhar sua receita com a gente? Envie uma foto do prato pronto, os ingredientes e como fazer para drturysouza@gmail.com

Até daqui a pouco,
Tury

O café e a Dieta Low Carb Funcional

Hoje eu vou escrever sobre um tema polêmico. Pois discordo da maioria dos profissionais da linha low carb que tem por aí. O caso do café.

Acontece que eu não recomendo café para nenhum cliente, e alguns inclusive eu proíbo. Mas isso vai totalmente contra tudo que você já viu na comunidade low carb, principalmente dos adeptos da dieta paleo, certo?

Afinal, aquele cafezinho com óleo de côco parece obrigatório para quem faz este tipo de dieta.

E porque eu não recomendo?

Primeiramente, não é pelo café em sí, mas pelo nosso estilo de vida atual. Vivemos estressados e todo mundo sabe que não é fácil sair disso. Você mandar um cliente mudar de emprego, de cidade, de família, seria uma grande piada pra ele. A única coisa que podemos fazer a respeito, principalmente nós nutricionistas, é mudar a sua alimentação. 

A pessoa consumindo uma alimentação mais antiinflamatória, regenerativa e calmante, irá equilibrar o seu organismo com o seu estilo de vida. Isso traz não só benefícios físicos como também psicológicos.

Não vejo a necessidade em uma sociedade constantemente estimulada de todas as formas (e hoje em dia, com o advento dos smartphones, em todos os lugares) oferecer um alimento estimulante para o organismo.

Porque tem uma coisa que muita gente se engana também. O café não é um energético, ele é estimulante. E você sabe da onde ele tira a energia para te estimular? Das suas reservas. Isso mesmo. A cafeína em sí não tem o poder de trazer energia para o organismo (como o ginseng tem, por exemplo), mas ela queima suas reservas de energia e você se sente muito bem em um primeiro momento, mas depois de um tempo, é capaz de precisar de "mais um gole" pra continuar de pé.

Outra coisa que muito me preocupa no padrão de adoecimento atual é o advento das doenças crônico-degenerativas e sua íntima relação com o sistema ósteo-articular.

Ora, a cafeina tem um efeito diurético que joga diversos minerais importantíssimos para o corpo pelo ralo. Imagine você fazendo uma "dieta saudável", tomando diversos suplementos (principalmente as mulheres na pós-menopausa) para não ter problemas de osteoporose, e bebendo café e só piorando a situação?

Todas as pessoas que tem problemas degenerativos nos ossos e nas articulações (artrite, artrose, osteoporose, condromalacia, condropatia, etc), ou que tem tendências a isso, não deveriam NUNCA tomar café. É um verdadeiro tiro no pé. E não podemos esquecer que estes minerais não são importantes apenas para os ossos, mas são importantes também para o equilíbrio hidro-eletrolítico do organismo.

Além disso, todas as pessoas que tem os problemas que seguem se beneficiam ao isentar a cafeína da dieta: hipertensos, pessoas que sofrem de enxaqueca, cefaleia,  irritabilidade, insônia, nervosismo, ansiedade, gastrite, úlceras,  resumindo, doenças dos tempos modernos. Pessoas que tenham doenças, principalmente as autoimunes, que tenham relação com a flora intestinal (que é responsável por 90% do nosso sistema imunológico) também são beneficiadas ao retirar-se a cafeína.

Enfim, estes são os principais motivos, e pra mim são o bastante. Lembro sempre que a Low Carb que trabalho é do ponto de vista Funcional. Então não é só o emagrecimento que conta, mas a saúde geral também. Eu quero saber o que vai te fazer bem agora e também daqui a 30 anos. E não apenas o que pode te ajudar hoje mas depois pode virar seu pior inimigo.

Tenho todo o respeito pelos colegas que pensam diferente, e sei que são maioria. Não pretendo aqui levantar uma discussão a respeito do assunto, sério, sei que existem estudos de todos os lados afirmando todos os tipos de coisas. Cada pessoa é que tem que sentir o que é bom pra sí, e assim recomendar para os outros.

O meu Mestre na área, o Dr. Eduardo Almeida, diz que não basta ouvir a informação, é preciso sentir o conhecimento.

Um abraço a todos e boa dieta!
Tury


Podcast sobre Dieta Low Carb

Galera tenho mais uma novidade para ampliar o alcance das dicas sobre Dieta Low Carb.

Sei que tem muita gente que é fã dos podcasts e da facilidade de escutar em qualquer lugar, dirigindo, no trânsito, no ônibus, etc, sobre o assunto que lhe interessa.

Por isso agora o nosso programa - TV Low Carb - será também distribuído na forma de Podcast.

Você poderá acessá-lo pelo SoundCloud: https://soundcloud.com/dietalowcarb

Ou pelo Itunes: https://itunes.apple.com/br/podcast/dieta-low-carb/id977863346?mt=2

Espero encontrar você por lá também!


Até daqui a pouco!
Tury

TV Low Carb #9 - Receita de lanche, Frutas, Excesso de proteínas, Sódio, Batata doce e WhatsApp


O excesso de proteínas na Dieta Low Carb


Como eu sempre friso para vocês existe um monte de dietas low carb por aí. Além das mais famosas como Atkins, Paleo, Primal, Dukan, Perricone, etc, existem ainda a adaptação que cada profissional faz de acordo com os seus conhecimentos. 


A linha da dieta low carb que eu sigo é a low carb funcional. Minha fonte de estudo é o Dr. Eduardo Almeida, um dos melhores (pra não dizer o melhor) médicos da área funcional do Brasil.

Mas porque low carb funcional? Porque além do emagrecimento, eu coloco a saúde como objetivo principal também. Perder peso adoecendo não é saudável!

Assim, esta low carb que eu sigo, é bem no estilo Low Carb High Fat (Baixo carboidrato - alta gordura) ou ainda LCHF. Repare que nesta nomenclatura as proteínas não são citadas. E a questão é muito simples, eu não altero a quantidade de proteínas consumidas.

Isso mesmo. Apesar do engano de muitas pessoas em achar que a dieta low carb é a dieta da proteína, isso não é verdade. Pode até existir algumas dietas low carb que são altas em proteínas (como a dukan por exemplo), mas em sua maioria elas devem ser altas em gordura, respeitando o LCHF da nomenclatura das mesmas.

Assim, se você for acompanhado por um bom profissional, não precisa temer o problema com o excesso de proteínas (que na verdade nem é comprovando cientificamente). Pois ele irá te passar a quantidade segura que você deverá consumir, sempre focando na gordura.




Até daqui a pouco,
Tury